Ocorreu um erro neste gadget
clique e alimente os peixes

Karimai, expõe no "Lá na Praça", em Crato


O artista Luís Karimai apresenta exposição no Espaço ´Lá na Praça´, no Crato, combinando cores e traços fortes.
Juazeiro do Norte. Uma arte que não se limita e traz o sentido da transcendência do ser. É dessa forma que o artista plástico Luís Karimai busca em seus traços animar a criação, na procura do ilimitável existente no ser. Esse é o diálogo que a sua arte promove, do homem com a natureza e a divindade. Depois de dois anos sem expor seus trabalhos individualmente, o artista abre exposição no espaço “Lá na Praça”, em frente à Praça da Sé, no Crato, um ambiente voltado para a valorização da cultura e gastronomia. Os quadros de Karimai estão em exposição no local.Cores e traços fortes são características desse artista, que vem de longas datas atuando na região. O ex-secretário de Cultura de Juazeiro do Norte tem militância dentro das artes visuais e já influenciou muitas linguagens das artes plásticas na região. Há cerca de um ano, alguns dos seus trabalhos poderiam ser vistos numa exposição coletiva no Instituto José Lourenço, em Fortaleza, com artistas dos municípios de Juazeiro do Norte, Aurora, Missão Velha e Crato.Esse momento foi reservado para o artista. O novo espaço, no Crato, tem sido oportuno para dar visibilidade a várias formas de manifestação da arte. Há fotografia, xilografia e artes plásticas, além do lançamento de livros. Segundo os proprietários do restaurante, Hélio Santos e Jéssen Macedo, o estabelecimento nasceu com essa proposta de trazer algo diferenciado. Um espaço alegre, tranqüilo e com a presença criativa dos trabalhos de artistas da região do Cariri.Longevidade
De acordo com Luís Karimai, são mais de três décadas no Cariri e quase o mesmo tempo do seu envolvimento com as artes plásticas. A exposição tem disso tudo. A absorção da cultura ‘caririzeira’ sempre está presente. A natureza regional. A exposição de cerca de 40 telas se chama “Ôxi Aôi”.


O primeiro nome, a expressão comum do nordestino, é o “ôxi, menino”. E a segunda, o azul em japonês. Uma mistura elegante.A oportunidade de expor no “Lá na Praça” é enfocada pelo artista. “O Hélio traz uma proposta limpa e pura da arte. Do espaço. É um resistente, como muitos dos que permanecem nessa região e que poderiam viver muito bem em capitais. No entanto, escolheu o Interior e busca promover uma arte genuína”, ressalta o artista. O diálogo com o público é outro ponto interessante, para Karimai. E é principalmente com a leitura interna e externa que ele traduz em seus traços fortes e cores sublimes essa interação permanente com o público.Na cor, conforme Karimai, há uma ciência em que, cada vez mais, se busca entender. “Nas formas do corpo humano, busco exprimir a força do homem e da beleza”, explica o artista. E reitera que não há em seu trabalho a pretensão da racionalidade política.




Karimai é um dos artistas que participou do Movimento Massafeira, no Ceará, no fim dos anos 70 e início dos anos 80, com dezenas de cearenses.A religiosidade popular, bem forte nas terras do Juazeiro, é também uma de suas grandes inspirações. Seus traços são uma maneira de entender o sofrimento do sertanejo que se extravasa em forma de fé.Hélio Santos destaca a importância de poder contribuir com o seu espaço para a promoção da arte. “A idéia foi incorporar o ambiente com arte na cozinha, trazendo um novo estilo de alimentação, possibilitando as pessoas o acesso à cultura”, diz ele. Os ingredientes são interessantes, resgatando o poder da natureza, com alimentos orgânicos nos pratos. São sucos de gengibre com abacaxi ou com hortelã. Um estudo de combinações e sabores. Entre as pedidas, o açaí, o “petit gateau”, tradicional sorvete de creme com chocolate, e pratos quentes, exclusivos.É importante destacar ainda que o local onde se situa o espaço é um dos berços históricos do Cariri. Bem em frente à Praça da Sé, há centenas de anos, havia uma aldeia indígena: a dos índios Cariris, inspiradores para o local.

Luís Karimai volta a expor a obra dele individualmente após dois anos em trabalhos coletivos (Foto: Elizângela Santos)





Elizângela Santos - repórter




Mais informações:Lá na Praça - aberto de terça-feira a domingo, das 17h às 23h(88) 3523.3333Luís Karimai(88) 8804.2721



Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Fale conosco e tenha sua publicidade