Ocorreu um erro neste gadget
clique e alimente os peixes

Oficinas Casa do Olhar Luiz Sacilotto – 2º Semestre


FOTOGRAFIA – De 18 Agosto á 01 de Dezembro – Das 18:00 ás 21:00 horas
CHRI STI AN PIANA – CIDADE VIVENTE


Objetivo geral

O projeto tem como objetivo estimular nos participantes a apropriação da linguagem fotográfica, ampliando a percepção dos elementos que caracterizam o espaço urbano em que vivem; elementos não distantes das suas vidas particulares, mas influenciados por eles fortemente.
A cidade é feita de sentimentos, lembranças, esperanças, emoções; o objetivo das obras produzidas durante as aulas é demonstrá-lo; demonstrá-lo aos cidadãos que fluem passivamente dentro da sua estrutura.
Demonstrá-lo aos cidadãos que planejam sua construção arquitetônica; demonstrando contemporaneamente que a arte não serve só para ser contemplada mas é sobretudo instrumento de ativismo geográfico, capaz de nos ensinar que os limites da cidade, seus muros, as áreas restritas ou inacessíveis (que surgem sempre mais poderosas e ameaçadoras) podem ser atravessadas com a ironia e a ambigüidade identitaria, inimiga do conformismo.

Objetivos específicos

Estimular os cidadãos a observar e entender a fotografia seja como forma de expressão alcançável, seja como importante instrumento de comunicação e autodeterminação.

Desenvolver e aperfeiçoar a capacidade de produção fotográfica através de aulas introdutivas de técnica fotográfica, iluminação, semiótica e enquadramento; e aulas especificas de linguagem das imagens e analise de trabalhos fotográficos.

Estimular constantemente a atenção, a curiosidade e a analise sobre uma realidade cotidiana, como a do espaço urbano em que se mora, que por costume se vivem de forma passiva.

Produzir coletivamente obras fotográficas , baseadas na reflexão sobre os elementos principais do ambiente urbano e na nossa relação com estes.

Mostrar os trabalhos realizados através de uma apresentação publica.


PINTURA – De 19 de Agosto á 02 de Dezembro – 14:00 as 17:00 horas
SÉRGIO NICULITCHEFF


Trabalho em atelier livre de pintura objetivando o desenvolvimento de obras com poética pessoal. Acompanhamento individual do processo criativo, discussão das propostas e da pesquisa dos trabalhos, priorizando as indagações relacionadas à arte contemporânea e ao âmbito da modernidade. A abordagem recai especificamente nas técnicas e materiais da pintura e tendo foco no uso das tintas a base de água.

O artista Sérgio Niculitcheff tem atuação de mais de 20 anos no circuito das artes plásticas. Possui obras em acervo de diversos museus do país e em importantes coleções particulares. Iniciou sua carreira como pintor nos anos setenta, tendo desde então exibido suas obras individualmente ou em exposições coletivas, participando de mostras significativas no Brasil e no exterior.
Graduado na Faculdade de Belas Artes de São Paulo, mestre em Artes Visuais Pela UNESP e atualmente cursando doutorado na área de Poéticas Visuais na UNICAMP. Dedica-se ao ensino e a arte-educação desde o início de sua carreira. Atualmente, além de orientar curso de pintura no MAM-SP, é professor de disciplinas práticas no Centro Universitário Metropolitano de São Paulo UNIMESP e no curso de bacharelado em Artes Visuais do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.



FILOSOFIA DA ARTE – ALGUNS APONTAMENTOS SOBRE O CONCEITO DE “BELO” – De 19 de Agosto á 02 de Dezembro – Das 18:00 ás 21:00 horas
CARLOS EDUARDO RICCIOPPO


Baseando-se nos estudos de Erwin Panofsky, o curso pretende abordar alguns momentos pontuais da história da arte em que o conceito de Belo apresentou-se como questão fundamental para a produção filosófica e artística, concentrando-se sobretudo no período que se estende entre os séculos XIV e XVI. Paralelamente à leitura de trechos de obras teóricas de autores referenciais, o curso prezará pela análise de obras de alguns artistas, especialmente Giotto, Brunelleschi, Leonardo da Vinci e Michelangelo, buscando averiguar, também no embate com essas obras, o modo pelo qual o conceito de Belo atravessa a própria prática artística no período.

Carlos Eduardo Riccioppo é integrante do Centro de Pesquisa em Arte Brasileira do Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP e aluno do Programa de Mestrado em Teoria, História e Crítica de Arte da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

VÍDEO ART – De 20 de Agosto á 03 de Dezembro – Das 14:00 ás 17:00 horas
SÉRGIO SANCHES


Breve histórico do vídeo e da vídeo-arte
Noções de linguagem audiovisual, roteiro, fotografia e edição
Noções de operação de câmera de vídeo
Exibição de curtas-metragens relacionados ao tema
Realização de um produto audiovisual de curta duração


HISTÓRIA DA ARTE – HÁ EM TODA OBRA UM TEMPO?
De 20 de Agosto á 03 de Dezembro – Das 18:00 as 21:00 horas
THAIS ASSUNÇÃO


a proposta A palavra história tem origem na palavra investigação. A disciplina que recebe este nome, ocupa-se de enxergar os tempos que formam as coisas, ou o que próprio de um tempo específico ficou retido nelas – palavras, costumes, objetos. A palavra arte é prima da palavra técnica: diz respeito a capacidade de pôr em prática uma idéia, valendo-se da matéria. Ao longo de doze encontros serão investigadas as relações entre materialidade, tempo e sociedade através de obras de arte brasileiras e internacionais produzidas entre os anos 50 e 70 do século XX.

Mini Currículo Thais Assunção é educadora e pesquisadora há cinco anos. É mestranda pelo departamento de história da fflch Universidade de são paulo, estudando a escola de arte Brasil:. Desenvolve projetos em arte educação para o sesc consolação. Trabalhou na casa do olhar luís sacilotto, no museu de arte moderna de São Paulo e para o fórum permanente, projeto que põe a serviço púbico estudos e debates sobre arte e museus.

STREET ART E INTERVENÇÃO URBANA
De 22 de Agosto á 05 de Dezembro – Das 13:00 ás 16:00 horas
DNINJA


Apresentação do Curso:

Street Art, geralmente são, intervenções artísticas no espaço urbano, e também em outros espaços como galerias de arte ou mesmo algum outro espaço que o artista achar interessante a instalação de seu trabalho artístico.

Como outras formas de arte urbana, podem trazer mensagens ou não. Talvez a preocupação seja somente estética, uma mensagem visual.

Sticker’s (adesivos), lambe-lambe (impressos feitos em papel e colados em processo caseiro) entre outras infinidades de resultados através de estudos de novos materiais e superfícies.

Programação Dividida em Aulas

O que é

Como posso usar ha carga cultural e minha opinião para interferir no espaço urbano, de maneira positiva, com técnicas variadas.
Estudando sobre intervenção urbana.. Como eu posso interferir no espaço de maneira urbano de maneira positiva. (usar fotografia de jornal e revista, fotos polemicas ou de ambientes comuns, pedindo aos alunos que possam intervir de alguma forma no espaço).
Stencil simples (trabalhando com mascaras de recorte, materiais de diferentes espécies, até mesmo materiais reciclados).
Técnica do Lambe-Lambe usando jornais e revistas velhas. Processo de criação e execução.
Como fazer a cola caseira e colar o Lambe-Lambe.
Stickers. Formas diferentes de criar. Trabalhando com arquivos digitais e técnicas manuais;
Como fazer um BLACK BOOK (livro negro ou livro de rascunhos de desenho) caseiro.
Pintura lúdica, para aguçar a criatividade do aluno.
Técnicas de pintura com spray
Montando Toy arts com materiais diversos disponíveis.(Como latas de spray vazias, rolinhos e outros materiais)
Trabalhando com foto colagem, criatividade e programação visual do espaço para próxima fase do curso.
Apresentação de um filme ou documentário que fale sobre o assunto
Como transferir uma imagem para uma superfície de tecido e pintar manualmente
Superfícies antigas, modificando meu espaço de vivencia, como em moveis antigos, modificando o espaço onde vivo de maneira agradável e consciente;
Aplicando na pratica, montando uma pequena exposição com elementos criados, criando novos, e catalogando através de banco de fotos.


PINTURA - De 21 de Agosto á 04 de Dezembro – Das 18:00 as 21:00 horas
RUBENS PONTES


Em um mundo cada vez mais didático, o curso tem como objetivos desenvolver a linguagem da pintura e seus transbordamentos através de sua natureza pratica e o desenvolvimento de seus conteúdos, abordando a diversidade das linguagens visuais e sua reflexão dentro da atualidade, tendo a historia da arte como “pano de fundo”. A proposta é “tocar” e mesmo desenvolver poéticas pessoais diante das propostas apresentadas pelos alunos.



Inscrições Abertas. De Terça a Sábado, das 10h às 17:00h
Tel.: 4992-7730 ou 44322261 http://br.mc560.mail.yahoo.com/mc/compose?to=casadoolhar@santoandre.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Fale conosco e tenha sua publicidade