Ocorreu um erro neste gadget
clique e alimente os peixes

UM PINTOR CHAMADO ARMANDO VIANA _ Por Edilma Rocha


O artista que na infância rabiscava todos os papeis que encontrava em branco nos cadernos da escola, dando vida com lápis colorido aos desenhos criados por sua intuição prodigiosa, se fez ao longo dos anos um nome respeitado.
Armando Martins Viana nasceu na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1897. Começou os seus estudos no Liceu Artes e Ofícios, antiga escola, sob a orientação dos professores Eurico Alves e Stéfano Cavalaro. Realizou obras à óleo e aquarelas, praticando uma pintura tradicional e realista com o seu desenho e colorido fiéis. Pintou paiságens, nus artisticos, flôres, marinhas, figuras e arte Sacra. Cumpriu tôdas as etapas de uma grande escola de artes, passando por todos os temas necessários para a escolha de um estilo próprio.
Ingressou na Escola Nacional de Belas Artes e foi pupilo de Rodolfo Amoedo e Rodolfho Chamberlland, nomes importantes na orientação do artista no Rio de Janeiro. Todos os que tiveram a oportunidade de passar pelas mãos dos grandes mestres, levaram no seu currículo, honra merecida. Trabalhou na decoração do Palácio do Catete, no Palácio da Guerra e nas igrejas de São Jorge e Nossa Senhora do Rosário, deixando o seu talento no registro da história do Rio de Janeiro.
Um pintor eclético, no decorrer da sua carreira evoluiu para o academismo e impresionismo, com incurções pelo modernismo cubista. Foi um grande amigo de José Pancetti na inovação do seu trabalho. Sua obra-prima, LIMPA METAIS de 1923 encontra-se no Museu Mariano Procópio, Juiz de Fora. Pintou os nossos escravos, dando um significativo registro para a história do Brasil junto a colega Tarsila do Amaral. O nosso Museu de Arte Vicente Leite, no Crato, possue um trabalho desta época, intitulado, Prêto Velho datado de 1921.Vale a pena conferir. O nosso idealizador e fundador Bruno Pedrosa conseguiu de suas próprias mãos este trabalho para o acêrvo em doação, na década de 70, no Rio de Janeiro.
Existe hoje no mercado da arte brasileira um número de obras do artista em diversas fases circulando nos leilões, principalmente em São Paulo, para o deleite dos colecionadores.
Aos 94 anos, ainda produzindo, falece no Rio de Janeiro, Armando Martins Viana, um grande nome da pintura brasileira.
Edilma Rocha

5 comentários:

Chrystian Marques disse...

Edilma querida, vê no teu email, um tempinho mandei aquela entrevista que faço mensal com os artistas, seria legal se colocassemos a entrevista para a mostra Cariri e fazer uma exposição virtual dos trabalhos que vc deseja colocar, uma foto sua e seu currículo. Vc decide se quer colocar dez quadros, e curriculo grande. Vamos lá, vamols lá fazer conhecido nosso cariri. Abraços. Fica na luz de Deus

Antonio Sávio disse...

Chystian, estarei aí domundo pela manhã. Gostaria de falar contigo pessoalmente a respeito daquela projedo de discussão sobre a arte e a educação do cariri. Seria bom envolver o maior número de pessoas ligadas a arte para um primeira reunião. É claro que essas pessoas tem que ser selecionadas, para que só após a definição e um plano de pauta sobre o que será discutido, abrir-se-ia para um público maior e para o debate final com as escolas e a secretaria de educação e cultura. Quero ver se aí entro em contato com o Fábio Rodrigues. Abraços.

Anônimo disse...

O Museu Armando Vianna será inaugurado em primeiro de setembro de 2012, na Fazenda São Francisco, com 47 obras do artista, abrangendo 8 décadas. Objetos, livros, documentos, tudo está sendo levantado. Contatos pelo e-mail fazendasaofrancisco@fazendasaofrancisco.com.br

Anônimo disse...

A Fazenda São Francisco-site www.fazendasaofrancisco.com.br, construída em 1813 em São José do Barreiro, SP., fem se dedicando ao segmento cultural da memória Nacional. Sua Sala de Memórias é visitada até por estrangeiros, interessados na cultura e história nacionais. Em primeiro de setembro de 2012, a Sala de memórias dará um passo gigantesco, inaugurando o Museu Armando Vianna, grande pintor afro-descendente, nascido em 1897. Com quadros na maioria dos Museus do Rio de Janeiro e em outros do Brasil e do exterior, vai ganhar seu próprio Museu na fazenda São Francisco. Tudo está sendo preparado para a festa e a pós- festas. Informações são obtidas no site da fazenda e logo o site Museu Armando Vianna estará no ar. os principais Museus com obras do Mestre são: Museu Nacional de Belas Artes, sala do século XX, Museu da Cidade do Rio de Janeiro, Palácio do Exército,Museu da República, Museu Mariano Procópio., etc.

Fernanda disse...

Bom dia! Depois de ouvirmos a notícia da venda de um quadro de um artista brasileiro por mais de $2milhoes, meu pai resolveu buscar na internet sobre o autor de seu quadro predileto, que temos em casa. Foi grata a surpresa de que se tratava de um grandioso artista, e que nós, em nossa ignorância,o apreciávamos sem saber. Obrigada por nos ajudar a conhecer mais sobre este artista.

Fale conosco e tenha sua publicidade